Bula

Bula do Específico Pessoa

Contra Veneno de Cobra

Tintura Pessoa

Aprovado pelo Departamento Nacional de Saúde Pública do Rio de Janeiro em 5 de Janeiro de 1920, sob o número 262

Aprovado pela junta de higiene do estado do ceará

Marca registrada na junta Comercial do mesto Estado e nos de Maranhão e Pará

Cura infalível de envenenamento pela picadas de cobras cascavéis, surucucu, saramanta, jararaca e fu=inalmente de quaisquer animais ou insetos venenosos.

Este poderoso remédio sempre chega a tempo, bastando que a vítima de sinal de vida.

Dose e Forma de Aplicação

Uma colheria em uma de sopa d’gua, que se deitará pela boca, repetindo a dose uma hora depois do caso que ainda persistam os sintomas de envenenamento, e ainda outra dose, caso seja preciso, porque casos a em que o envenenamento torne-se rebelde. Aos animais uma colher de sopa em xícara d’gua deita pela boca.

DIETA

Será permitido ao doente somente usar leite fervido e assim cessando aos primeiros sintomas de envenenamentos, podendo alimentar-se de outra qualquer coisa, passadas 66 horas. A cura é certa em 24 horas, seja como for o envenenamento e nos envenenamentos recentes rapidamente.
O doente deve ficar em completo repouso, pouco visitado, não podendo ser mais de duas pessoas os seus enfermeiros.

Nos casos rebeldes isto é, estamos o envenenamento já demorado, o doente não pode mais usar de líquidos, pois torna-se paralítica a garganta, porém abre-se a força a boca por meio de um cabo de colher de metal, deita-se o remédio cuja a ação tônica sobre esta parte é bastante para produzir a deglutição que é certa.

Este remédio também aproveita minuto nos casos de moléstias do coração, e a dose será de 10 gotas em um copo d’gua de flores de laranja, 3 vezes ao dia.

BALSAMO

“O ESPECÍFICO PESSOA”, não é somente um poderoso antídoto ofídico, esse maravilhoso medicamento é o eficaz balsamo. Não é venenoso e pode ser aplicado com o mais feliz sucesso de: FERIMENTOS – QUEIMADURAS – CONTUSÕES

Nestes três casos tão comuns, lava-se com água fria a parte afetada, que em seguida é banhada com remédio três vezes ao dia.
Desinfetam-se as feridas com água fenicada e continua-se o tratamento empregando-se o remédio com óleo, por exemplo de amêndoa.
Quando as compressas ficam aderidas a parte afetada, molha-se esta com o próprio medicamento o que faz desligados.

WhatsApp chat